Forum Vampire Knight

O forum sobre o maravilhoso anime e manga Vampire Knight!
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Yuuki and Zero Bloody World

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Bela
Level-E
Level-E
avatar

Número de Mensagens : 63
Data de inscrição : 19/12/2008

MensagemAssunto: Yuuki and Zero Bloody World   Sex Dez 19, 2008 9:23 pm

Gente, aqui se encontra uma fic que eu comecei no forum Bloody Rose, e resolvi trazer para cá. Quando ela se animar aqui um pouco mais, e se vcs gostarem, eu trago os outros capítulos. Ela já tem 7 capitulos completos e daqui a pouco sai o 8!^^

Fanfic :Yuki and Zero Bloody World




Gente!Tá aqui a minha mais nova fan ficition.Não só a mais nova quanto a que eu considero ser a primeira (já fiz outras mas ficaram muito ruim, foram há muito tempo atrás e foram sobre Harry Potter).
Primeiramente avisando que essa fic não é só minha, ela é feita também pela minha amiga Lici-sama..NÃO SE ESQUEÇAM DE COMENTAR!!!=P (críticas construtivas serão bem vindas, mas também comentem o que gostaram e o que gostariam que acontecesse na fic)

TÍTULO : Yuki and Zero Bloody World
CLASSIFICAÇÃO: 12 anos
GÊNERO: Romances, dramas, vampíros (lógico Razz )
SHIPPERS: Principalmente ZeroxYuuki, mas poderá ter futuramente outros casais
PERSONAGENS :Quase todos
STATUS:Em andamento- Capítulo 5 postado
ATENÇÃO : Contém Spoilers
Spoiler:
 


Pequeno resumo : Essa é uma história favorável ao relacionamento de Zero e Yuuki.Se passa logo após o volume 5 (onde Zero tenta beija-la), só que no nosso caso, eles realmente se beijam. O que aconteceria com eles se o beijo realmente tivesse sido dado?Não percam essa fic!Ela também tem cenas muito "kanametes"!^^


Última edição por Bela em Sex Dez 19, 2008 10:28 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bela
Level-E
Level-E
avatar

Número de Mensagens : 63
Data de inscrição : 19/12/2008

MensagemAssunto: Re: Yuuki and Zero Bloody World   Sex Dez 19, 2008 9:24 pm

Capítulo 1: Just a Sweet Dream



Sangue...
Há muito tempo que eu desejava matar aquela mulher...
-Pobre Zero... Você queria tanto me matar, não é...?No entanto... Quão longe pode ir... Um desejo intenso que perdeu seu rumo?Talvez esse desejo visceral tenha se transformado no instinto de vampiro que agora pulsa dentro de você...
YUKI?
-... Zero...

Sangue...
Esse cheiro de sangue que me hipnotiza.


-Yuuki...!!!
Foi só um sonho?Ou um pesadelo...
-Zero?Eu te achei!Finalmente!
Yuuki se aproxima da cama onde estava Zero
-O que foi?
Zero estava assustado. Não queria perdê-la. Puxa-a com força e a segura nos braços, como uma criança desesperada. Não queria perdê-la.
-Yuuki... Você... Tá viva... Pensei que tinha morrido.
-Zero?!Zero!!

Zero não estava normal. Ele é sempre tão sério, frio e distante, porque estaria me abraçando assim?
-Tá tudo bem com você?!
-Ah, sim...


Nada mais importava para Zero. Ela estava viva.
E estava sorrindo para ele. Não queria perdê-la.
Queria ela... Quero muito... Essas mãos gentis... E esse sorriso bondoso...
Os seus lábios estavam se aproximando.
Zero não pensava mais em nada.

Yuuki estava muito confusa.
O que estava acontecendo com Zero?Ele estava segurando-a com as mãos, e estava se aproximando...
Queria sangue?Mas o alvo não parecia ser o pescoço. E sim os seus lábios!
Quando os de Zero finalmente os tocaram, não sabia o que pensar. Ficou parada. Estava nervosa... Um nervosismo estranho... Deixou Zero beija-la.
Mesmo sem saber direito o que estava fazendo, ou se Zero estava raciocinado bem.
Nunca pensara que pudesse dar o seu primeiro beijo com Zero... Era muito estranho, visto que ela o via quase como um irmão. Jamais sequer desconfiou dos sentimentos do rapaz... Logo ele...
Tão distante e tão frio...

Zero se afastou um pouco.
Não acreditava no que tinha acabado de fazer. Estava atordoado.
Como a Yuuki olharia para ele?Ele sabia de seus sentimentos por Kuran... Sentiu-se pior do que quando a mordia.
Ficou desejando seus lábios... Como já desejou seu sangue... Curtiu cada momento do beijo como curtia as mordidas. Mas agora estava se sentindo pior quando analisava direito o que acabara de fazer do que depois das mordidas.

Nada voltaria a ser igual entre eles.

-Me... Desculpe... Esqueça Yuuki...


Yuuki não dormiu bem esta noite...
Não parava de pensar no que aconteceu... Foi muito estranho... Visto que tinha sentimentos por Kaname-sempai e que não tinha esses tipos de sentimentos por Zero...
Mas pensando bem...Não foi ruim...Foi até bom...Como num sonho...Num doce sonho...

Just like a sweet dream...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bela
Level-E
Level-E
avatar

Número de Mensagens : 63
Data de inscrição : 19/12/2008

MensagemAssunto: Re: Yuuki and Zero Bloody World   Sex Dez 19, 2008 9:24 pm

2º Capítulo - Confusions



.... No dia seguinte, Yuuki saiu para fazer compras junto a Yori-chan, que bem conhecia aquele jeito preocupado e etéreo da amiga...

”Yuuki, você está bem?”
”Érh.. si.. sim! Claro, Yori-chan!”
”Não sei, você parece muito perturbada, não quer me contar nada?”
”Não... não, está tudo bem, não se preocupe! ^^’ “


O que tinha acontecido naquela noite?
O Zero estava bem? Ele a tinha beijado?
Por tanto tempo, Yuuki jamais havia parado para pensar nessa possibilidade. Zero era como um irmão para ela, um companheiro, alguém que, mesmo tão distante e frio, era ao mesmo tempo uma das pessoas mais próximas que tinha em sua vida.
A idéia de ser beijada por Zero... Era praticamente impossível.

Durante o passeio, Yori continuava a falar com ela que, mergulhada em pensamentos, não ouvia quase nada... Estava no seu mundo, envolvida em suas dúvidas, confusa em seus sentimentos...

... O Zero... eu nunca pensei que... O que o Zero é para mim? ...

Pensou em Kaname... Nas suas mãos gentis... no seu olhar sereno e profundo... na sensação de proteção e conforto que ele transmitia... sentia-se segura perto dele...
Mas, e o Zero? Pensou em quantas vezes teve ter magoado ele! Em ter mostrado de forma tão clara, seus sentimentos por Kaname em sua frente...

Se eu soubesse...

Yuuki sente então um peso na consciência.
Sentia agora que estava traindo Kaname... O que ele faria se soubesse do que aconteceu?
Por um outro lado... ela era apenas uma humana normal... Kaname pertencia a um mundo completamente diferente. Por que se importaria com alguém como ela?

Já farta de seus pensamentos, Yuuki decide resolver isso pessoalmente.
Ela então deixa Yori-chan, dizendo estar cansada e que queria ir para casa.

Então, Yuuki vai até o Alojamento da Lua e, chegando lá...

”Yuuki-chan! O que veio fazer aqui?” – Pergunta Ichijou ao abrir a porta, sempre sorridente e simpático.
"Erh... Kaname-sempai está?”
”Ah! Lógico que veio atrás de Kaname-sama! Por favor, entre... ele está lá no quarto dele.”


Yuuki sobe as longas escadas do alojamento, que exibiam um ar clássico e empoeirado... Aquele ambiente possuía uma aura vampírica que lhe trazia calafrios e acelerava o seu coração... Foi difícil achar o quarto de Kaname naquele lugar...

Finalmente achou. Estava nervosa... mas por quê? Então uma voz veio de lá de dentro...

”Yuuki? Se quiser entrar, por favor, entre!” – Falou Kuran, na sua voz usual.

Yuuki passou pelo vão da porta... Envergonhada, pediu licença e levemente aproximou-se de Kaname, que então encontrava-se deitado próximo a uma janela...

"Kaname... sempai?” – Falou Yuuki, que, vermelha, lutava com si mesma para não tropeçar nas suas palavras...
”Yuuki... não disse que não falaria mais comigo?”
”Sim, você estava errado e...”


Neste momento, subitamente ele levanta em direção a ela.... Fitando-a com seus olhos profundos, envolve sua cintura com os braços e aproxima seu rosto ao dela, com um delicado toque no queixo...

”Não acha que fiquei preocupado?”
.... Por quê? Tão próximo?....
”Não poderia deixar que você falasse aquelas coisas sobre o Zero!” – pronunciava com discreta hesitação, tentando conter aquele nervosismo incontrolável...
”Você conseguiria ficar, longe de mim, por muito tempo, Yuuki?”
...Como poderia?...
”Não... Kaname....nunca...” ... Meu corpo tão leve, meus olhos tentam se fechar... ele me hipnotiza...

Yuuki lentamente abaixa a cabeça, num ar preocupado, ainda apoiada nos braços seguros de Kaname. Seu pescoço estava à mostra...
Nesse momento, os olhos de Kaname tornam-se vermelhos, acendendo em sua sede de sangue. Ele a queria para si.

”Vocês humanos não passam de criaturas passageiras, com suas vidas tão breves...” - Kuran faz uma pausa....
”Yuuki... você seria capaz de viver, por um tempo equivalente a uma eternidade para os humanos, junto a mim? Estaria disposta a se tornar uma vampira sedenta por sangue, vivendo por longos anos, ao meu lado?” – Completa Kaname, num olhar grave e incisivo.

Yuuki não sabia o que dizer... Sempre quis ouvir aquilo e, ao mesmo tempo, achava que nunca ouviria.

”Kaname...eu...”

Nesse momento, perto do pescoço alvo e palpitante de Yuuki, Kaname num gesto cuidadoso e ao mesmo tempo sensual, aproxima-se ainda mais, apertando a cintura dela
contra seu corpo, acariciando de leve seus cabelos e tocando o seu pescoço com os lábios...

Yuuki sentia-se irresistivelmente atraída. Queria aquilo.
Kaname então crava seus dentes de vampiro, num beijo sangrento, numa dor prazerosa...

Yuuki estava em desvario.... Uma parcial sensação de desmaio a envolvia, numa vertigem e tontura perturbadoras que a faziam querer estar ali mais do que tudo... Não recuaria...

Mas então, ela foi despertada por diversas imagens em sua mente.
Um emaranhado de lembranças ocultas... vultos de um passado apagado de sua memória... sentia cheiro de sangue... O que estava acontecendo?

... Kaname....
... Sangue....... Meu sangue.... Meu....
...Irmão?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bela
Level-E
Level-E
avatar

Número de Mensagens : 63
Data de inscrição : 19/12/2008

MensagemAssunto: Re: Yuuki and Zero Bloody World   Sex Dez 19, 2008 9:25 pm

Capítulo 3 - Shadows From The Past




Medo...Eu sinto medo...
O que está acontecendo?
Sinto cheiro de sangue...


Após um bom tempo sugando o sangue de Yuuki, Kaname leva a sua mão até a boca e cameça a sugar seu próprio sangue, depois coloca-o na boca de Yuuki através de um beijo.

"Kaname-se..."- Yuuki já não sabia o que pensar...Agora Kaname estava beijando-a?

sangue? Ele está me dando sangue pela boca?

Depois de doar seu sangue, Kaname limpa suavimente a boca de Yuuki.

"Você acordou?Yuuki...Você sabe quem eu sou?"

Yuuki olhava para ele com um tom de que começava a lembrar de alguma coisa...

"Meu...Irmão?"

Todas as minha memórias...que foram escondidas...estão se clareando..

Eu me lembro dos dias em que passei na casa de meus pais, Kuran Juri e Kuran Haruka.Era um lugar no subsolo, sem janelas.Aquela casa era o meu mundo, nunca tinha saído dali antes.

Me lembro de quando o meu onii-sama* chegava em casa. Era a minha alegria do dia.Saía correndo para ser a primeira a abrir a porta e dizer:
"Bem-vindo Kaname onii-sama!"

Às vezes ele chegava com a mão fria e dizia que era por causa da neve lá de fora.Eu nunca tinha visto neve antes...Mas onii-sama dizia que ela era bonita, fria e branca.Eu me dava por satisfeita com o que ele dizia.

Não fazia questão de sair daquele lugar...Eu era feliz ali, meu mundo estava todo ali...Tudo o que fosse de fora eu não fazia questão de ver, os relatos do onii-sama já eram suficientes.Além do mais, se meus pais não deixavam eu sair, era por uma boa causa, não?

Eu me lembro que onii-sama disse que só tinha visto um tipo de rosa florescer um vez em 10 anos.Esse era o período de florescimento dessa rosa.Mas ele também disse que não conseguiu traze-la para casa.E me fez uma promessa de que da próxima vez que visse iria sodificá-la com resina e traze-la para mim. Eu nunca vou me esquecer dessa promessa, eu pensei na época.

Quando eu perguntei se ela era bonita, onii-sama ficou procupado, pensando que eu quisesse sair para vê-la.Ele pediu para o papai para deixar eu sair, mas ele disse algo como se fosse perigoso para mim.Tudo bem, eu não me importava.

O que meus pais talvez não sabiam era que eu ultimamente estava tendo alguns sonhos assustadores...Olhos de cores diferentes que estavam me observando por um bom tempo...

Um dia eu ouvi barulhos lá fora, meus pais sairam da casa.Eu ouvi a voz da mamãe, ela tava com muita raiva..Depois o papai.Eu estava com muito medo.Meu irmão estava abraçando, dizendo que estava tudo bem.Que enquanto ele estava ali, eu estava segura.Eu sabia que ele só estava falando aquilo para me acalmar..Sabia que a situação não tava nada bem.

Sentia cheiro de sangue...algo assustador estava vindo...De repente sinto o cheiro do sangue do papai!Estava muito nervosa...Mas a presença do onii-sama me acalmava um pouco..

Então mamãe entra.Perguntei apressadamente sobre onde estava o papai.Meu irmão se levanta em direção à porta, disse que ia ajudar a derrotar Rido...Não sei quem ele é, mas o nome dele me assusta...

Mamãe o faz prometer cuidar de mim a partir daquele dia.Mas porque?O que estava acontecendo?

Meu irmão sai daquele lugar.Eu estava gritando em direção à porta "kANAME!" "ONII-SAMA!!"

Minha mãe disse que ia me transformar numa humana...O que era humana?Não sabia o que estava acontecendo mas com certeza não era bom...

Mamãe estava me segurando para eu não sair..dizia algo como uma técnica especial..E que não estaria mais comigo...Não entendia absolutamente nada...começou a sair sangue dos olhos da mamãe, estava muito assustada...começou a sair sangue do corpo todo...O chão já estava encharcado..."da próxima vez que acordar...não vai se lembrar de nada"

Sangue...Sinto cheiro de sangue...Onde eu estava?Que lugar mais deserto...Tão frio...e a neve...tão alva...Mas onde está o branco?O que aconteceu com esta neve?Ela...não deveria ter essa cor...De onde vem...tanto vermelho?Um vampiro assustador...sedento de sangue...Um garoto, também vampiro, me salva...


O mesmo garoto que está aqui...Olhando para mim...

sangue...Quero sangue...

Um sede incontrolável..algo nunca antes sentido...Se aproxima de seu pescoço...Abre a boca, penetra-lhe com as suas presas...

Que gosto...Tão bom...

Pensou em Zero...O que ele iria achar dela?Se tornou um monstro sedento de sangue...Não só um monstro...Uma sangue-puro...O tipo de vampiro que ele mais tem ódio...por ter infernizado a sua vida...Pensou nas vezes em que o magoou falando abertamente do seu amor por sempai, sem ao menos desconfiar de seus sentimentos...Talvez esse era o seu castigo...Por ter sido tão imprudente...Teria o seu eterno ódio...Se transformou na coisa mais despresível por ele...

Pensou em seu onii-sama...Seu querido irmão...Que estava ali, oferecendo seu sangue...Como pode se apaixonar por ele?O seu próprio irmão...

Se afastou após saciar a sua sede

"você está bem?" - Falou Onii-sama
"Um pouco...confusa..."

Ele se levanta, vai até uma gaveta, e tira algo de dentro.

"Guardei para você.Não me esqueci da promessa.Encontrei-a semana passada"

Peguei com as mãos...Era bonita...Uma rosa..Em resina...

Comecei a chorar...Não entendia porque...Estava muito confusa com tudo que aconteceu ultimamante...

Onii-sama me abraçou.

"Está tudo bem...Não foi só a promessa da rosa que eu tinha cumprir...Prometi à mamãe naquele dia que ia cuidar de você...Sempre..."

_____________________________________________________________________

*Onii-sama => Apelido carinhoso para irmão mais velho...algo como "maninho"...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bela
Level-E
Level-E
avatar

Número de Mensagens : 63
Data de inscrição : 19/12/2008

MensagemAssunto: Re: Yuuki and Zero Bloody World   Sex Dez 19, 2008 9:25 pm

4º Capítulo - Dangerous



De onde vem este...?
Vem de lá de cima...
Tão forte...
O que está acontecendo? Por que sinto cheiro de Sangue?



Shiki parou.
Não sabia o que estava acontecendo, mas sua intuição o impedia de ir atrás de respostas.
Não quis certificar-se do que ocorria.

Na sala do Alojamento da Lua, Senri Shiki parou e sentiu... aquele cheiro inebriante... de um sangue fresco que o estonteava...
Mas não era um sangue qualquer...
Aquele sangue havia pulsado em um Sangue-puro...

Na noite passada, Shiki havia participado de uma festa de nobres vampiros, na qual todos da Classe noturna estavam presentes, com exceção de Kaname-sama, que procurava manter-se afastado de tais comemorações, principalmente por ser um ostentado Sangue-puro.
Num palacete luxuoso, pertencente a uma família de renome, com seus ares de pompa e realeza, exalando uma obscuridade e mistério notáveis, toda a nobreza estava reunida para um dia de distração e reencontros.
Todos estavam descontraídos.
Todos... menos Shiki.

Não sei o que estou fazendo aqui...

”Shiki...”
”Hã?...” Ele se virou.
”Por que não tenta mudar esta cara? Seu tédio está evidente demais...” Sussurrou Rima, com leve sarcasmo.
”Ah... Rima!” Forçou um sorriso.
Por que não tenta se divertir um pouco? Sei que é meio difícil com esta quantidade de tios por perto te rondando, mas... “
”Esta festa... está me deixando enjoado...” Suspirou Shiki, puxando o ar com um pouco de força e soltando-o de leve... Ainda sim, ele mantinha-se discreto. Sua beleza envergonhada estava presente mesmo nos seus atos mais calados...
”Amanhã... vai visitar sua mãe, Shiki?” Continuava a conversar Rima, provando alguns doces da festa e olhando fixo para o ambiente...
”Sim...” Por que sinto meu coração apertar... com esta visita?
”Tome, prove isto...” Rima põe um doce entre os lábios de Shiki. “Agora vê se sorri um pouco.”

Amanhã...

A festa mais parecia um desenrolar de vultos felizes para Shiki. Sua mente não estava ali. Rima aproxima seu rosto a Shiki, olhando em seus olhos com um semblante leve e um sorriso, numa indagação sobre o doce que havia oferecido. Ela estava sempre com ele. Não importava o que acontecesse. Rima era sua eterna companheira.

”Humm... não é tão mal...” Shiki sorriu.
Rima sorriu junto e depois afastou-se: “Tente se divertir, Shiki...”


Antes do término da festa, Shiki ausentou-se, procurando descansar para o dia seguinte. Sabia que seria difícil manter-se acordado pela manhã. Sentia saudades de sua mãe... de acariciar seus longos cabelos, e abraça-la com um ar protetor...

.Após um curto tempo de sono, interrompido várias vezes pelos seus sucessivos pensamentos, ele acordou. A angústia que sentia antes, parecia ter aumentado, e seu coração disparava de ânsia e ao mesmo tempo, medo. Mas... Por que sentia medo?

Preparou-se para a viagem. Arrumou suas malas e entrou no carro, o qual seria conduzido por um motorista confiável. No banco de trás, ele observava o passar da paisagem pela janela, e o pulsar trepido de seu coração, cada vez mais insistente...

Finalmente havia chegado. Shiki parecia despertar-se de um sonho, infiltrado em seus pensamentos e desconfianças. A viagem foi curta para uma mente tão cheia.
Aproximou-se da bela porta de entrada branca, batendo-a firme e leve.
Não demoraram para atende-lo.

Mas... o quê?

”Bem vindo Senri Shiki.”
Um homem de semblante neutro havia atendido a porta. Shiki surpreendeu-se. O que estava acontecendo ali?
”Quem é você? O que faz em minha casa?” Perguntou Shiki, naturalmente desconfiado.
”Por favor, entre...”

O que aquela pessoa estranha fazia em sua casa? Como ela o conhecia? O que ela pretendia?
Shiki fez a si mesmo todas essas perguntas. Não conseguiria responde-las, a menos que entrasse por aquela porta.
Desconfiado, viu-se sem alternativas e entrou em sua própria casa, agora invadida por um desconhecido...

”Siga-me... por aqui...”

Um homem alto e com cabelos grisalhos, vestindo um terno escuro e sapatos impecáveis, com uma barba já marcada pela idade um pouco elevada, o conduziu por dentro da casa, agora vazia e com um rumor abandonado, pondo-se à frente de Shiki, que não entendia o que estava acontecendo, porém seguia aquela pessoa num ato involuntário.

O que ele faz aqui? Como entrou em minha casa?
Onde minha mãe está?


Depois de percorrer alguns corredores, o homem misterioso parou. Depois de encarar Shiki por um curto momento, abriu uma brecha da porta que estava em sua frente, devagar. Num sorriso irônico, apontou para dentro da porta entreaberta e fez com que Senri entrasse, com gestos incisivos.

Era o quarto de hóspedes, vazio.
Shiki já não mais recordava bem as partes de sua própria casa, tendo sido conduzido por aquele estranho, num passeio em seu próprio lar.
E agora estava ali...

Shiki varreu seu olhar pelo quarto à procura de algo. Uma forte presença parecia observa-lo, incisivamente...

Eu sinto...

Algo lhe cortava o corpo...
Uma dor no peito... um poder passava a lhe corroer a pele...
O seu corpo estava sendo tomado por uma força cada vez mais forte...

O que...
Alguém lhe rouba o corpo...

Shiki... sente cheiro de sangue... Sangue-puro...

Ele parou. O que estava ocorrendo?
Esse cheiro... vem de lá de cima...Tão forte...
Por que sinto cheiro de Sangue?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bela
Level-E
Level-E
avatar

Número de Mensagens : 63
Data de inscrição : 19/12/2008

MensagemAssunto: Re: Yuuki and Zero Bloody World   Sex Dez 19, 2008 9:26 pm

Capítulo 5 - Worries




Estava amanhecendo.O pessoal da Night Class estava voltando de uma noite de aulas para o dormitório.Niguem sabia porque o líder do alojamento Kaname-sama não tinha ido à aula.

Rima estava preocupada com outra coisa..

"Shiki..." Porque ainda não tinha voltado da sua visita à mãe?Percebia que algo de ruim estava acontecendo com ele...Não imaginava o que...

Quando eles entram no dormitório, todos sentem aquele cheiro de sangue...Vindo de cima das longas escadas...Um cheiro que fascinava à todos...Todos os integrantes da Night Class pararam...O sangue não era comum...Era diferente...Especial...De um sangue-Puro...

"Kaname-sama..." Ruka se assustou. Todos sabiam de quem era o sangue...

Os vampiros ficaram inquietos...O maior tabu do mundo da noite acontecera ali, no dormitório deles..

Um Sangue-Puro...Ofereceu..O seu sangue...

Aidou começou a subir as escadas...Queria saber o que tinha acontecido...Ruka foi logo atrás dele...

"Vocês dois, Não subam!O líder não vai gostar..." Kain os advertiu.

Ruka fingiu que não ouviu..Continuou a subir...Aidou parou...kaname não iria gostar...

Kaname-sama, o que está acontecendo?



Eu me lembro...dos tempos em que Kaname-sama era um garoto bondoso...No dia em que fui totalmente grosso com ele...E ele veio à mim, pedir desculpas...Como era baka...não tinha feito absolutamente nada...Não..Eu que era baka...não consegui me convencer de que me importava com ele...E o queria como um amigo...Mas fiquei com inveja...Por causa de seu nobre sengue e de suas habilidades...

Mas quando aquele dia chegou...O dia da morte de seus pais...Ele se transformou em outra pessoa...Como se estivesse sorvendo algum veneno...Dois sangue puros...Suicidio...E aquele garoto teve que agüentar tudo...Tenho a impressão de que a família Kuran guardava um grande segredo, o mesmo que Kaname-sama provavelmente guarda agora...O mesmo que prometi descobrir...O mesmo que prometi protejer...Decidi protejer Kaname-sama e o que o angustia.


Algo lhe dizia que este segredo estava ali em cima...Que ele acabou de ser desvendado...


Ele ficaria irritado se subirmos...O que a Ruka está fazendo?

Para quebrar totalmente o clima e o pensamento de todos...

"KYAAAHHHHHHHH!!!!" Grita Takuma, com uma carta na mão "O meu avô quer me ver!Isso se resume a problemas!!"

Os alunos da Night Class, vendo que a confusão não ia a lugar nenhum, se dispersam pelo dormitório, e todos vão ao seus respectivos quartos dormirem...

"E o que você vai fazer?" Pergunta Rima, sem demonstrar interesse.


"O seu carro está esperando, meu senhor." Diz a secretária do dormitório.

"Pelo jeito, vou ter que ir..."

A neve...Tão branca...E tão macia...Uma pessoa querida..ao seu lado...seus lábios..se aproximam...o calor...Zero...segurança..de repente...garras afiadas...sangue...a neve...tao branca...agora tão vermelha...perde suas forças...quem...sou eu...?Escuridão...algo a envolve...algo assustador...Uma rosa...lhe dá a esperança...Kaname-sempai?...Onii-sama?

"onii-sama?"
"Yuuki?Vejo que acordou...Como está, minha irmã?" Kaname estava sentado olhando para ela..Adimirando-a...Feliz por ter sua querida irmã de novo ao seu lado...

Yuuki olha para seu irmão, gradualmente se acordando.Estava dormindo na sua cama, debaixo de seu casaco.Kaname estava sentado em uma cadeira ao seu lado..Não foi um sonho, então... Algo estava em suas mãos...A rosa solidificada em resina...Dormira com ela..Era tão bonita..

"Estou só um pouco preocupada..."

"Se for com o Kiryu, está perdendo o seu tempo. Não precisa se preocupar, ele nunca vai te trair"

"Não é isso...Você não entende..."

"Entendo sim, meu anjo.Volte a dormir...Você vai ter que se acostumar com seu novo horário.É uma vampira agora, não tem que se acordar de manhã"

"NÃO!VOCÊ NÃO ENTENDE!" Replicou Yuuki, furiosa.Depois agarrou o travesseiro, e enfiou a sua cara nele.

Ele não entende...Não entende nada...Escondera a verdade esse tempo todo dela...E resolveu contar...Justo agora, em que descobrira os verdadeiros sentimentos do seu 'outro irmão'...Que ironia..Sempre se apaixonou pelo 'verdadeiro' irmão...Enquanto que o outro...O que menos esperava...o que sempre tratou como um...

Com esses pensamentos, acabou voltando a dormir, e nem percebeu que seu onii-sama já tinha saido do quarto.

Este, ao abrir a porta, se encontrou com Ruka, em pé.

"Que surpresa..." Disse monotamente

"Me desculpe Kaname-sama, mas é que todos estavamos preocupados do porque você faltou a aula, e depois sentimos o cheiro de sangue lá em baixo...E resolvi ver o que era.." Ruka então vê as duas marcas no pescoço dele "O que...aconteceu?"

"Você quer mesmo saber?" Kaname percebeu que algum dia teria que revelar...O segredo que permaneceu guardado consigo...E se ela teve a coragem de subir, porque não poderia ser a primeira a saber?

"Se não for inconveniente para Kanam-sama..."

"Então entra..." Ruka entra no quarto e Kaname fecha a porta

~~~~~~~~~~~~~~~~

"Então...Ela é sua..Irmã?" Diz olhando para a garota que estava dormindo na cama de Kaname-sama. "Não sabia que os Kurans tinham uma filha..."

"Esse segredo foi guardado pelos meus pais por um bom tempo...E quando eles morreram, só eu sabia da verdade...Até hoje...Bom, eu e o Diretor Cross, que aceitou cuidar dela por mim" Disse Kaname, olhando nos olhos de Ruka. "Quero que cuide dela por mim, enquanto eu saio"

"Essa é uma tarefa que você só daria a quem confiasse, não é?"

"Talvez..." E sai do ambiente

Ruka estava impressionada por tudo aquilo...Mais uma sangue-puro...Sentou-se na cama onde estava deitada a garota...Ela estava tão diferente...Seus cabelos...Crescidos...Essa garota em que antes possía um imenso ciúmes...Por ter o carinho e a atenção daquele que ela amava...Agora percebia o quão tolo era o seu ciúmes...Era a sua irmã...Coitada...Cresceu em um mundo humano, e agora teria que sofrer muito para se acostumar ao mundo noturno..principalmente por possuir um tão nobre sangue...

~~~~~~~~~~~~~~~~

Um pouco mais tarde, o sol completamente levantado, já de manhã, quando os alunos do período diurno estavam tendo suas aulas, um garoto de cabelos rebeldes , de roupas desajeitadas porém um belo aspecto, estava tendo pensamentos totalmente diferentes daqueles seus colegas...Não tirava uma coisa da mente..

Yuuki...

Perecebia que o lugar onde a garota sentava estava vazio
Faltou a aula de novo
Estava começando a se preocupar..
Desde o dia em que a beijou, não a viu mais...Também não a procurou, não foi mais para a sala do diretor, para evitá-la...Mas pensava que teria que encara-la pelo menos nas aulas, mas ela tinha faltado...de novo...

Eu sou um idiota..

Estava fazendo o trabalho do comitê disciplinar sozinho...
Tinha saudades do seu soriso, do seu jeito alegre de arrumar a bagunça que as alunas da manha faziam com os alunos da noite, mesmo quando ninguem nem prestava atenção nos apitos dela...

Eu sou um idiota...

Lembrou de seus incríveis lábios, tocando nos seus, no calor, na sua respiração, no seu primeiro beijo...naquele desejo de se descobrir...Naquela sensação super prazerosa
Como eu sou um idiota!

Como poderia estar pensando nisso?Como se não bastasse roubar-lhe o sangue constantemente...Não poderia querer ainda mais dela...Por causa disso, a relação entre eles nunca mais voltaria a ser a mesma...Por causa disso ela estava faltando aula...

Sua culpa...

Mas também lembrou que Yuuki não era de faltar aula...

Mesmo quando as coisas estavam terríveis, ela vinha e estampava um sorriso no rosto...Zero faltava aula muito mais do que ela...Ele que fugia dos problemas...Não ela...Ela sempre os encarava de frente...Ela não faltaria...

A não ser...

Que tivesse acontecido alguma coisa...

Zero parou de respirar...O que pode ter acontecido?Ela não deve ter sumido por causa de um beijo...Algo não estava bem...Lhe veio uma sensação ruim...

Como se a Yuuki que conhecia não estivesse mais nesse mundo...

"Yuuki..."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bela
Level-E
Level-E
avatar

Número de Mensagens : 63
Data de inscrição : 19/12/2008

MensagemAssunto: Re: Yuuki and Zero Bloody World   Sex Dez 19, 2008 9:26 pm

Capítulo 6 - Zero's Thoughts




Yuuki...

”Ei você! Para onde pensa que está indo?”

Era fim de tarde.
Como sempre, era preciso controlar todas aquelas fãs enfurecidas, acumulando-se umas sobres as outras em frente aos imensos portões da Academia Cross, em busca de pelo menos um olhar dos cobiçados e charmosos alunos da Night Class.
E isso era tarefa dos monitores.
Mas apenas um deles estava lá.
Ela não faltaria...

Enquanto controlava sozinho todas aquelas garotas, no seu modo áspero e rude, Zero tentava imaginar por que Yuuki não teria ido à aula naquele dia. Por que estava ali... sozinho.

”Por que sempre tenho que gritar para fazer todas vocês voltarem para seus dormitórios?!”

”Zero”
Zero virou-se, ainda atordoado com todo aquele trabalho e gritaria.
”Kuran” Respondeu junto ao seu semblante sempre inatingível.
”Vejo que está só hoje, Zero Kiryuu...”
Zero o encarava num olhar inquebrável... Por sua causa?
”Fique bem...” Sorriu de leve, com um sarcasmo leve... e lhe deu as costas.

Os alunos da Night Class se afastavam, ainda envoltos por gritos desesperados, e pelo olhar perdido de Zero, que fitava a sua saída.


Kiryu voltava em passos lentos para seu dormitório, carregando em seu pensamento, aquilo que mais lhe importava... Yuuki...
Onde ela estava? Eu senti seus lábios... tão próxima...
Algo havia acontecido...
E eu ainda guardo o sabor...
O movimento das copas das árvores e aquele entardecer sombrio...
Que eu sempre quis...
Uma brisa que lhe fugia pelo corpo...
Para mim...
Os passos acabam...
Tenho que procurá-la.

Sua mente estava pesada.
Como pude ser tão egoísta?
Zero caminhava depressa, fixo em seus objetivos.
Eu fui um idiota... um completo...
Estava a caminho da sala do Diretor.
Deveria encará-la.
...idiota

”Onde Yuuki está? Por que ela não foi a aula hoje?” Zero atravessa a porta e põe as palavras sobre a mesa...
”Yuuki não é de faltar... tem algo de errado!” Por que estou tão...
”Inhaaaaaa! Tenha calma, Zero! A minha doce filhinhaaa ♥, deve ter tirado o dia para descansar e passear com as suas coleguinhas!! ♥ ” Kurosu levanta as mãos e as balança no ar, expandindo sorrisos como sempre faz. ...Preocupado?
”Eu quero saber... o que está acontecendo?!” Zero bate na mesa, rachando-a no meio.
”Ohhhh nãao! Eu consertei minha mesinha onteem!!! T.T”
”Hunf...” Zero bate a porta atrás de si.

Ainda passando pelos corredores, ele encontra Yori-chan, com uma pilha de livros nos braços, e desacompanhada.

”Yori-chan...” Zero se aproximou “Deixe-me lhe ajudar”
Yori o olhou rapidamente e aceitou a ajuda. “Obrigada, Zero-kun”

Caminharam em direção aos dormitórios por um longo tempo em silêncio.
Tomou fôlego, e falou de modo grave:
”Yori... Qual foi a última vez que você viu a Yuuki?”
Yori parou de andar e voltou-se para Kiryu.
Nunca o tinha visto desta maneira.
Ele sempre esteve fechado, sempre fora de poucas palavras...
Seus sentimentos eram quase invisíveis...
Mas naquele momento, ela via uma preocupação sincera nos olhos dele...
”A última vez em que a vi, foi quando fomos fazer compras juntas... Ela estava muito estranha naquele dia... Tão aérea... Mas, você sabe... Yuuki parece viver em outro mundo...” Yori-chan soltou um sorriso. Era sempre gentil.
Zero abaixou um pouco a cabeça...
”Mas...” Yori continuou “Fiquei preocupada e resolvi ir atrás dela... às vezes eu penso que ela esconde algo muito grave consigo que a deixa assim...”
”E para onde ela foi?” Zero acorda de seus pensamentos e levanta a cabeça “Você a seguiu?”
”Sim...” sentiu-se um pouco envergonhada “E pude ver que se dirigiu até o Alojamento Noturno... Mas não tive coragem de continuar a acompanha-la...” Deixou cair um de seus livros no chão “Ah não, puxa...”
”Ela foi sozinha até o Alojamento Noturno?” Zero paralisou.
”Sim sim... até onde eu pude ver... Aquele lugar me dá calafrios...Você não...Zero?”
Zero largou os livros e correu adiante.

O que ela foi fazer naquele lugar?

Zero correu depressa.
Sentia-se mal.
Sentia-se responsável por tudo aquilo.

Eu odeio...

Parou em frente ao portão principal do Alojamento.

Este lugar...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bela
Level-E
Level-E
avatar

Número de Mensagens : 63
Data de inscrição : 19/12/2008

MensagemAssunto: Re: Yuuki and Zero Bloody World   Sex Dez 19, 2008 9:26 pm

Capítulo 7 - The Truth



Parte 1:

Estava sonhando, não se sabia direito sobre o que era o tal sonho. Eram imagens, lembranças, sentimentos, tudo misturado em um só sonho...Era um pouco confuso, mas não era triste, também não era alegre, era só..

Um sonho..

Mas teria que acordar para a realidade, para a dura realidade...

Que sede...

"Estou com sede..." Diz, abrindo lentamente os olhos "Porquê estou com tanta sede?"

"Provavelmente porquê seu corpo ainda deve estar se acostumando com a nova situação...Yuuki-sama" Disse uma garota loira sentada em uma cadeira ao seu lado.

Yuuki, ao realmente se situar onde estava, ficou um pouco confusa, não lembrava que Ruka estava no seu quarto, ou melhor, no quarto de seu onii-sama...E onde estava ele?

"Quero...beber..." Disse a garota, se aproximado do pescoço da outra, penetrando-lhe as presas..
_____________________________________________

Zero olhava aquela porta com um maior desgosto....Odiava aquele lugar...Mas teria que entrar, Yori-chan disse que Yuuki estava ai. Abrindo aqueles portões enormes lentamente, que davam vista para o enorme jardim do dormitório, sentia um frio na espinha...

Esse lugar..é terrivel...não gosto...desse cheiro...

Caminhou nos enormes jardins, com algo na cabeça...algo lhe dizia para não entrar...que não era bem vindo ali. Algo lhe dizia que à frente teria uma surpresa não muito agradável...
Yuuki
O dormitório tava vazio. Claro, os vampiros estão tendo aula, pensou Zero. Chegando finalmente na mansão onde ficavam aqueles vampiros, abriu os portões com a mesma hesitação. Mas abriu. Aquele lugar, era mais terrivel vazio..Era escuro, um ar vampiresco...Olhou para aquelas longas escadarias...
Yuki, estaria...lá em cima?
Se adiantou em direção as escadas.

"Ei, aonde pensa que está indo?" Disse uma menina de cabelos laranjas, sentada no canto e no escuro no salão onde se encontrava. Não tinha visto ela ali.

"Você não deveria estar estudando, Rima Tooya?"

"E agora o comitê está entrando para ver se os alunos estão matando aula? Bom, estou esperando alguém, se você quer saber...E você, está fazendo o que aqui?"

"Não é da sua conta!"

E olha de novo para as escadarias. Sente um cheiro de sangue vindo lá de cima. Se assustou um pouco. tenta ver de quem era o sangue. Se aliviou por não ser de Yuuki. Começa a subir. O cheiro estava ficando um pouco mais forte.

Rima simplesmente ignorou..O que ele poderia fazer, se subisse? Afinal, tinha coisas mais serias para se importar...

Zero subia as longas escadas com um pouco de hesitação.O cheiro ia ficando cada vez mais forte. Tinha um vampiro ali...sugando o sangue de alguém...

Esses monstros...

Quando finalmente chegou em cima, não sabia para onde seguir...Onde estaria Yuuki?Por precaução, foi seguindo o cheiro de sangue...pode ser que ela estivesse no mesmo lugar de onde vinha o cheiro...Foi seguindo os longos corredores...Até chegar em uma porta,a maior de todas. Era de lá que vinha o cheiro.

Mas aqui...não é...o quarto do Líder do alojamento, Kaname Kuran?

Hesitou.Era de lá onde vinha o cheiro. Porque não conseguia abrir? E se a Yuuki estivesse lá?Respirou fundo. Algo lhe dizia que não era bom abrir. Mas abriu.

Não acreditava na cena que via. O vampiro...que estava tirando o sangue...estava lá...Mas não acreditava...Era impossível ver uma coisa daquela...não ela...não ela...

"Y-Y-uuki?" Sua voz mal saia pela boca. Falou quase como um sussuro.

Yuuki se assustou. Se afastou rapidamente do pescoço de Ruka. Tinha ouvido alguem lhe chamar pelo nome..Será que ele estava ali? Vendo-a como um monstro? Se virou meio que hesitante, e o viu.

"Ze-Zero?" Falava com a boca ainda melada de sangue.

Zero abaixou um pouco a cabeça.Estava fitando o chão. Não conseguia olhar para ela. Soltou um sorrisinho. Um sorriso sarcástico. E cruel.

"E eu, que pensei que todas as minhas preocupações se resumiam a um beijo."

Essa frase saiu quase como um sussuro. Mas todo mundo ouviu.

Continua na parte 2...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bela
Level-E
Level-E
avatar

Número de Mensagens : 63
Data de inscrição : 19/12/2008

MensagemAssunto: Re: Yuuki and Zero Bloody World   Sex Dez 19, 2008 9:27 pm

Parte 2:

Zero abaixou um pouco a cabeça.Estava fitando o chão. Não conseguia olhar para ela. Soltou um sorrisinho. Um sorriso sarcástico. E cruel.

"E eu, que pensei que todas as minhas preocupações se resumiam a um beijo."

Zero, sem hesitação, pega a sua Bloody Rose e aponta rapidamente para Ruka.

"ELE A MORDEU NÃO FOI???????" Notava-se facilmente a sua raiva, gritou com muita força, dava para ver suas presas de tanta vontade e raiva para gritar aquilo.Depois soltou mais um sorriso sarcástico, ainda apontando a arma "Vocês são uns monstros!"

"Pare, Zero! Ela não tem culpa de nada!!" Apressa-se Yuuki, se colocando na frente da outra.

Baixou a arma. Zero estava confuso, e mais ainda, com raiva. Muita raiva. Como poderia? Kuran! Odiava ele mais do que qualquer coisa. Se virou rispida e rapidamente em direção à porta. Queria sair dali.

"Zero! Você não está entendendo!"

"Entendi o suficiente.". E sai do ambiente.
__________________________________________

"E ai? Tá demorando muito?" Dizia um garoto de cabelos ruivos no banco de trás de um carro.

"Já estamos chagando, Rido-sama!" Dizia um garoto loiro, que estava dirigindo o carro.

"Ótimo! Mal posso esperar para me encontar com a princesa..."

Takuma via que iam acontecer problemas. E dos sérios. Porque teria que estar fazendo isso? De qualquer forma, não podia ser contra o seu avô. Ele era uma pessoa muito influente no mundo da noite. Mas também não queria trair seu amigo, Kaname. Então porque estava fazendo aquilo?

Tenho que observar ele, tomar cuidado para que ele não faça nada contra o corpo do Shiki. Ele não pode morrer por uma causa, que não tem nada a ver com ele.

"Chegamos!"

Rido nem hesitou. Foi abrindo com tudo as potas do dormitório. Mas se decepcionou com alguma coisa.

"Porque está tão vazio?"

"Provavelmente estão todos na aula!^^' "

"Shiki?" Escutava-se uma voz, vinda do fundo do salão."Onde você estava?"

Então, ao ver onde estava a garota. Foi andando em direção à ela.

"Eu tinha que fazer algumas coisas." Dizia com um sorriso não muito amigável."Mas não importa. Estou com muita fome agora." Se aproximou do rosto da garota. Fitando o pescoço.

"O que houve...com seus olhos? Aconteceu....alguma coisa?"

"Ei, você não acha que tem coisas mais importantes para fazer?^^" Interrompeu Takuma

"Você não é o Shiki."

"Ora! Até que a pirralha é sabida!"

"Seu..." E antes de terminar, o atingiu com um raio, empurrando-o, para o oposto da sala."O que você fez com o Shiki?!!"

"Hum..." Labendo o sangue que caiu pela boca. E sorrindo. "Até que ela é divertida..."

Corta o seu dedo e começa a controlar o seu sangue. Fazendo varias voltas. Ele rapidamente acerta a Garota.Bem no peito.

"Rima! Por favor, não machuque ela!"

Rima estava muito machucada. O sangue acertou numa parte vital. Demoraria para se recuperar como uma vampira. Mas não tinha desistido. ofegente ainda, direciona uma raio à Rido. Mas como estava sem forças, ela não conseguiu acertá-lo. E por ter jogado a sua energia restante para esse ultimo golpe, acabou desmaiando.

"Rima!" Takuma corre em direção à ela.Pega-a nos colos e coloca-a em um sofá perto."Me desculpe, Rima!"

"Ah! Cansei de brincar!"
E sobe em direção às escadas. Percebe que tem outra pessoa decendo. "Onde está a princesa?" pergunta a essa pessoa.

Zero não tinha entendido nada. Estava mergulhado em seus pensamentos. Odiava Kuran mais do que qualquer coisa. O que passava ao redor não estava importando muito. Mas tinha percebido que a pergunta foi para ele. Levanta os olhos e vê que Senri Shiki, estudante da Night Class, estava ali, logo adiante dele.

"O que?" mas foi interrompido por uma voz atrás dele, em cima das escadas.

"Zero, pare!"

"Hum...Achei você, princesa! Parece que seu irmão Kaname te escondeu muito bem!"

Tudo congelou. O que foi exatamente o que ele disse? Não. Não podia ser. Mais um...Sangue...Puro?Não. Era mentira. Esse cara era doido. Mas ..será...? Uma onda de raiva. Muita raiva. Mais do que sentira antes. Raiva...e decepção...

"VOCÊ É IRMÃ DE KANAME KURAN?" Gritou. Olhando para trás.

"Eu tentei te explicar.." Dizia ela. Com lágrimas nos olhos.

"Mas agora não dá mais tempo, princesa". Se aproximava cada vez mais. Passou por Zero. Estava chegando perto da garota.

"Não toque nela!" Apareceu Ruka, se pondo na frente de Yuuki.

Rido sorriu. estava amando aquilo. Andou mais um passo. Mas algo o chamou a atenção. Uma voz, vinda como um sussurro, fria. Dava para sentir o vento. A porta estava aberta. mais alguem estava no ambiente. Estava em frente a porta, dava para ver que tava nevando.

A voz dizia, suavemente, friamente, sussurrando...

" Você ouviu. Não se atreva a tocar nela, sua criatura...desprezível"

Continua na Parte 3...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bela
Level-E
Level-E
avatar

Número de Mensagens : 63
Data de inscrição : 19/12/2008

MensagemAssunto: Re: Yuuki and Zero Bloody World   Sex Dez 19, 2008 9:28 pm

Parte 3:

A voz dizia, suavemente, friamente, sussurrando...

" Você ouviu. Não se atreva a tocar nela, sua criatura...desprezível"

"Kaname-sama!"

"Onii-sama!! O que está havendo? Quem é ele?"

"Ora, Ora! Se não é o meu tão querido sobrinho...." Dizia Rido, com um sorriso no rosto. Aquilo já estava ficando interessante.

O vento vindo de trás balançava os cabelos de Kaname. Como ele estava contra a luz (que vinha de fora), não dava para diferenciar o rosto e o corpo dele, pois estavam na sombra. Então, daquele rosto escondido, passaram-se a ver dois olhos vermelhos. Vermelho-sangue, brilhando.

Levantou o braço, apontando para Rido. Disparou duas esferas de energia negra. Rido fez um corte no dedo e rapidamente desviou as esferas, fazendo buracos nas pardes do ambiente.

Kaname piscou lentamente com aqueles olhos vermelhos, fazendo com que uma cratera se abrisse no chão. Essa cratera, partindo de Kaname, se abria pelo chão, rastejando até chegar em Rido. Porém, antes de chegar lá, Takuma se pôs na frente, protejendo-o.

"Kaname-sama, por favor, não machuque o corpo do Shiki! Não posso deixar que ele seja prejudicado por uma luta entre vocês!"

Os olhos de Kaname voltaram ao normal.

"Fique tranqüilo, Ichijou, não preciso da princesa agora. Essa luta já estava ficando sem graça, mesmo! Sei que vão acontecer coisas mais interesantes daqui para frente." Disse Rido com mais um sorriso.

Ele então, subiu o resto das escadas, junto com Takuma. Virou a esquerda das longas escadarias, sem antes soltar um sorrisinho para Yuuki. Para onde ele foi, niguem sabia, provavelmente para o quarto de Shiki, que ficava no final do dormitório, atravessando vários e vários corredores. Só sabia de certeza que ele tinha saido do ambiente.

"Obrigado, Ruka, por ter protegido ela." Disse Kaname.

"Não foi nada, Kaname-sama! É um prazer poder te servir!" Disse sorrindo e se curvando respeitosamente. Após ter percebido que a sua função tinha sido comprida, desceu as escadas, e foi em direção ao prédio onde ocorriam as aulas.

Agora, só estavam no salão 4 pessoas. Rima, desacordada em um sofá. Kaname, em frente ao portão. Yuuki, no alto das escadas, e Zero, no meio delas.

Zero, que nesse tempo todo, não parava de pensar em uma coisa, vendo, na frente dele, seu maior inimigo, percebeu que, agora que estavam praticamente sós, era a hora. Iria matá-lo, por ter transformado ela naquela coisa....Não aguentava mais aquela coisa engarrafada, que tinha que esperar toda aquela confusão ´passar para pode gritar, com muita raiva:

"NO QUE VOCÊ A TRANFORMOU, KURAN???!!!"

Kaname respondeu calmamente...

"No que ela sempre foi....Uma sangue puro..."

Ouvir aquilo mais uma vez o deixou mais abalado.Não teria forças para lutar contra Kuran agora...E pensando bem, nem se tivesse forças venceria um sangue puro...Só queria sair dali. Foi descendo o resto da escadas, Lentamente, com o olhar abaixado.

"Zero...Me desculpa..." Dizia uma voz, lá no fundo, atrás dele. Não teria coragem de olhar para trás. Estando a um metro de Kaname...Este o avisou...

"Mas estou tranqüilo, sei que você não se atreveria a trai-la! Foi até boa a sua visitinha, assim conheceu aquele que deverá destruir"

Figindo que não ouviu, Zero passou direto por ele, e saiu do alojamento.

Foi andando...andando...saiu daquele ambiente vampirico...Agora não tinha mais rumo...saia...sem pensar...não sabia onde estava indo...suas pernas estavam no automático...pois sua mente...não tirava uma coisa....

Impossível...

A yuuki é...?

Mas é verdade...

Sangue...Puro?

It´s the truth...

The only truth...

You should Know that...

But, no...They made a fool of you...

And you were taken in...

Pure-bloods...they have always controlled you...


Monstros...

But you have fallen in love with one of them...


Lembrou-se de seu beijo. Do seu primeiro beijo...como poderia...ter se apaixonado por uma sangue-puro? O tipo de vampiro que acabou com a sua família...Não sabia mais o que pensar...Andava...andava...já estava horas andando...sem rumo...lentamente...percebu que estava na floresta perto do colégio...mas nem ligou...

Do I love...A Pure Blood?

Yuuki...Kuran?

"Eu falei que você deveria esquecer essa garota.." Falava uma voz, embaixo de uma arvore, não tinha notado aquela pessoa ali...estava tudo escuro...

"O que você quer, Ichiru?"

"Ora, fazer as pazes com o meu maninho.."

"Claro.."
Com um sorriso ironico

"Bom, pelo menos os nosso objetivos são os mesmos."

"E qual seria esse objetivo?"

"Destruir o sangue-puro que acabou com a vida da minha amada."

"E porque eu teria isso como objetivo?"

"Ora,porque este sangue puro pretende acabar com a vida da sua amada."

"Ela não é mais minha amada."

"Tem certeza? Você não sabe como as sangue-puros são encantadoras, admita, ambos nos apaixonamos por uma..."

"Como você sabia que ela era uma sangue puro?"

"Bom, não se sinta como se fosse o último a saber, porquê eu tenho minhas fontes. Sobre as sangue puros.. o mais encantador é o seu sangue...aliás, é exatamente isso que você precisa para não se tornar um level E... você suportou 4 anos, mas o dia já está chegando, lembra?"

"Cale a boca! Eu não a usaria só para conseguir o seu sangue..."

"Mas você a deixaria ser morta por aquele vampiro?"


Zero parou um pouco. Respirou

"Do que você precisa?"

"Que bom que concordou, Zero! Só preciso de um pouco de sangue Kuran, você saberia onde encontrar um?"



Fim do capitulo 7!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Yuuki_Z
Congregação de Vampiros
Congregação de Vampiros
avatar

Feminino Número de Mensagens : 1600
Idade : 27
Data de inscrição : 26/10/2008

MensagemAssunto: Re: Yuuki and Zero Bloody World   Sab Dez 20, 2008 1:04 am

omg... ate esqueci que isto era uma fic e ja tava ah espera de mais xD parece mesmo um livro *_*

grande grande grande trabalho! mesmo! amei ^^

a angustia e todas as cenas a passarem pla cabeça enquanto lia...tá mesmo muito bem conseguido ^^

Parabens Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bela
Level-E
Level-E
avatar

Número de Mensagens : 63
Data de inscrição : 19/12/2008

MensagemAssunto: Re: Yuuki and Zero Bloody World   Sab Dez 20, 2008 2:04 am

Obrigada, Yuuki_Z, ficou faliz que gostou!

Meu portugues é do Brasil, ficou muito diferente? Ficou estranho de entender?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Yuuki_Z
Congregação de Vampiros
Congregação de Vampiros
avatar

Feminino Número de Mensagens : 1600
Idade : 27
Data de inscrição : 26/10/2008

MensagemAssunto: Re: Yuuki and Zero Bloody World   Sab Dez 20, 2008 3:58 pm

Bela escreveu:
Obrigada, Yuuki_Z, ficou faliz que gostou!

Meu portugues é do Brasil, ficou muito diferente? Ficou estranho de entender?

nem por isso Razz como eu imaginava o que lia automaticamente fazia a tradução para portugues corrente xD gostei muito ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
kagome_chan
Congregação de Vampiros
Congregação de Vampiros
avatar

Feminino Número de Mensagens : 1647
Idade : 24
Localização : Night Class! ^-^
Data de inscrição : 24/10/2008

MensagemAssunto: Re: Yuuki and Zero Bloody World   Dom Dez 21, 2008 6:36 pm

Lindo *.*

Dei uma vista de olhos pelos capitulos e promete xD Já li o primeiro capitulo, quando puder leio os outros.

Críticas ao primeiro capítulo... Zero! xD
Adorei a vossa escrita, percebe-se bem e é correcta a nivel de construção de frases e tal, tal, tal... ^^

Quando ler o resto, ponho aqui a opinião.

Adorei as imagens por cada capitulo.

Acho que cada capitulo deveria ter mais ou menos a mesma quantidade ou numero de paginas. Por exemplo: no quarto e no quinto, é relativamente curto mas o 7º capitulo está dividido logo em 3 partes. ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://temposdelazer-oblog.blogspot.com/
Bela
Level-E
Level-E
avatar

Número de Mensagens : 63
Data de inscrição : 19/12/2008

MensagemAssunto: Re: Yuuki and Zero Bloody World   Dom Dez 21, 2008 7:49 pm

eh..eu sei...voces podem perceber que o tamanho dos capitulos crescem em PA!^^"

*matemetica toda*

mas eh pq o 7 era um capitulo especial, e ME EMPOLGUEI DEMAIS, entao acabei exagerando!u.u

ainda bem, que gostaram!=P

adoro criticas!

tanto as boas qnt as mas! eu quero saber como escrevo ne?^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
kagome_chan
Congregação de Vampiros
Congregação de Vampiros
avatar

Feminino Número de Mensagens : 1647
Idade : 24
Localização : Night Class! ^-^
Data de inscrição : 24/10/2008

MensagemAssunto: Re: Yuuki and Zero Bloody World   Dom Dez 21, 2008 8:37 pm

Eu percebo ^-^

Eu tambem me empolgo, e acabo por escrever um com sete paginas e outro com 4 x'D
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://temposdelazer-oblog.blogspot.com/
Yuuki_Bliss
Vampiro Hunter
Vampiro Hunter
avatar

Feminino Número de Mensagens : 587
Idade : 32
Localização : Neverland
Data de inscrição : 29/12/2008

MensagemAssunto: Re: Yuuki and Zero Bloody World   Seg Dez 29, 2008 9:56 pm

Esta fanfic está muito boa!! ^^

Sabem, a que eu estou a fazer começa exactamente na mesma cena que esta começa.. xD
Agora até parece mal se eu meter a minha xD
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://yuukibliss.blogspot.com
Bela
Level-E
Level-E
avatar

Número de Mensagens : 63
Data de inscrição : 19/12/2008

MensagemAssunto: Re: Yuuki and Zero Bloody World   Qua Dez 31, 2008 6:44 pm

nada disso!

poste a sua!

adoraria ler!=P
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bela
Level-E
Level-E
avatar

Número de Mensagens : 63
Data de inscrição : 19/12/2008

MensagemAssunto: Re: Yuuki and Zero Bloody World   Seg Jan 05, 2009 8:57 pm

Capítulo 8 - Shadow



Eu amo... uma Sangue Puro?

Yuuki... Kuran?



Amanhecia, e os alunos da classe noturna se recolhiam...
Um amanhecer, tão escuro quanto a noite.
Raios de sol que espalhavam o medo e a incompreensão...
E para alguns, o dever de algo que tinha de ser feito...

”Bom dia alunos, vim infelizmente transmitir a notícia de que terei de cancelar as aulas por um tempo...”

Disse o Diretor, um olhar cabisbaixo, passos lentos... Todos ficaram surpresos com aquele diretor triste, tão diferente do animado e entusiasmado que sempre aparecia aos pulos diante dos seus olhos.
Mas claro, para uma turma de alunos, a notícia de um cancelamento de aulas não seria nada mais do que feliz.

”Há alguns problemas no colégio, e achamos melhor fecha-lo por uns tempos, para que possamos consertar algumas coisas, e deixa-lo pronto com o retorno de vocês... “


A sala alarmou-se e se fez o barulho, no qual já se confundia planos para as “férias”, gritos de alegria, mesmo abraços... Apenas um aluno não comemorava o ocorrido...

Zero.

O Diretor e Zero, entreolharam-se por um momento, numa linguagem breve e que naquele instante, somente os dois poderiam saber... Yuuki...

O Diretor então desvia o olhar:
”Bom... é isso... espero que todos voltem para suas respectivas casas, e que aproveitem esta folga com algo produtivo... Enviarei cartas a todos vocês, avisando quando retornaremos às aulas”

Então uma aluna quase no fundo da sala levanta a mão e fala logo em seguida:
”E quanto tempo isso vai demorar hein Diretor?”
Ele pensa um pouco, e olha novamente para o Zero, como se buscasse a resposta em seus olhos, ou ao menos uma desculpa melhor...
”Bom, eu não sei bem, sabe como é, é difícil encontrar pessoas que façam o serviço corretamente e... ainda, o colégio anda precisando de muitos reparos, então...” Ele suspira...
”Não tenho certeza de quanto tempo isso irá demorar...” Faz um pouco de silêncio e novamente retorna sua visão para a turma:
”Mais alguma pergunta?”
Todos responderam que não, e o Diretor retirou-se da sala... “Tudo bem então... tenham um bom dia...”


Ele... me odeia...

Zero...?


Kaname abre a porta do quarto onde se encontrava Yuuki, antes presa em sua vertigem, suas preocupações, seu sono leve e desconfortável, que não a descansava de sua tristeza em nenhum instante...

”Não Yuuki, sou eu, Kaname... Como você está?”

Yuuki então levanta-se da cama bruscamente, deixando então cair uma lágrima sobre o rosto, antes guardada em seus olhos, de seu sonho e ao mesmo tempo... de sua realidade...

”O Zero... ele vai me odiar... ele me odeia...”
Yuuki então não consegue mais controlar sua tristeza, uma angústia que lhe matava por dentro, e parecia pular pela boca... Ela começa a chorar, um choro fininho, o qual tentava abafar com as próprias mãos... E as lágrimas escorriam por entre os dedos, cheias de preocupação e doloridas, pela hesitação do pranto...
Ele me odeia...

”Por favor Yuuki, Não se preocupe...”
Kaname então fecha a porta do quarto com delicadeza, e senta-se ao lado de Yuuki na cama...
”Ele nunca irá traí-la.”
Ela então se levanta da cama rapidamente de súbito, irritada.
“Você não entende! Não pode entender!” Fala com uma raiva contida pela tristeza e joga o travesseiro contra Kaname, que diante desta reação fica embasbacado.
“O Zero! Ele...” E, enxugando suas lágrimas de forma áspera com as mãos, dá as costas para Kaname que, ainda, tenta segura-la pelo braço.
“Yuuki, se acalme, eu...” Ela então solta-se dele olhando firmemente em seus olhos, e o abandona em seu quarto, batendo a porta com força.

Yuuki sai correndo do Alojamento, atordoada, não sabia mais no quê ou em quem pensar... Queria apenas sair dali...




Com o término das aulas, Zero retira-se de sua sala e logo se depara com Ichiru...

”Olha só... Irmãozinho! Como você vai?” Cumprimenta Ichiru, com seu ar sarcástico...
”E isto lhe interessa?” E Zero passa sem olha-lo no rosto, não tinha tempo para isso... Só me faltava essa...
”Ora, mas que grosseria é esta...” Ichiru estava de braços cruzados, apoiado em pé contra a parede, olhos semiabertos, o que mostrava fácil seu ar irônico e ao mesmo tempo atraente... Parecia estar mesmo esperando pela saída de Zero. “E então, pensou sobre aquilo que eu te disse?”Zero parou, fez-se o silêncio, e depois voltou-se para Ichiru:
”Talvez...” diz encarando Ichiru, e vira-se novamente de costas, saindo em passos curtos e pesados, com Ichiru acompanhando a sua saída com os olhos...

Eu... não quero pensar...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Yuuki_Bliss
Vampiro Hunter
Vampiro Hunter
avatar

Feminino Número de Mensagens : 587
Idade : 32
Localização : Neverland
Data de inscrição : 29/12/2008

MensagemAssunto: Re: Yuuki and Zero Bloody World   Seg Jan 05, 2009 11:29 pm

Gosteeeeiiiii!!! =D=D

Engraçado, não sei se já leste a minha fic, mas algumas coisas na minha (que eu até já tenho escritas mas ainda não coloquei cá), vão se passar como na tua xD i mean, o género de cena, apenas.
Depois os diálogos, os gestos, a personalidade das personagens, tudo isso é diferente Razz mas não deixa de ser engraçado. mas vendo bem, é quase inevitável que isso aconteça, porque nós tentamos sempre seguir mais ou menos a linha original da história... =D

Estou a adorar a tua fic Bela...continua que está a ser linda! ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://yuukibliss.blogspot.com
Dark-chan
Vampiro Sangue-Puro
Vampiro Sangue-Puro
avatar

Feminino Número de Mensagens : 969
Idade : 24
Localização : Colégio Cross (Night Class)
Data de inscrição : 14/08/2008

MensagemAssunto: Re: Yuuki and Zero Bloody World   Seg Jan 12, 2009 8:44 pm

Menina Bela ...

Não podes fazer tantos POSTS SEGUIDOS ...

Desculpa mas não posso abrir esseçoes... Se não era injusto para os outros membros do fórum ,e se todos o fizessem ninguém se entendia aqui ...

_________________
Photobucket

Queres conhecer o melhor anime de vampiros do mundo ?
Inscreve-te e diverte-te!

Spoiler:
 


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://forumvampireknight.forumeiros.com/portal.htm
Bela
Level-E
Level-E
avatar

Número de Mensagens : 63
Data de inscrição : 19/12/2008

MensagemAssunto: Re: Yuuki and Zero Bloody World   Sab Jan 17, 2009 10:00 pm

Ola gente! vim aqui com o novo capitulo! Eu sei que não ando muito ativa nesse forum , me desculpem, mas é que eu já participo de outros 3 foruns de vampire knight, entao me confundo toda!>.<
espero que ainda tenha alguem lendo aminha fic...


e Yuuki_Bliss, eu ainda nao li a sua, mas vou começar a ler o quanto antes! Gomene, ta?

e dark-chan..eu fiz os posts seguidos no inicio da fic, pq jah tinham varios capitulos prontos, e tive que postar um atras do outro! me desculpa a pregunta (eu sou meio baka) mas teve muito problemas ? me desculpa entao, ta?

parando de enrolar...o capitulo ta aqui...espero que curtem...


Capítulo 9- Brothers



Após terem acabado as últimas aulas, os alunos estavam super agitados.
Todos estavam entusiasmados com a recém notícia de férias temporárias.
Nenhum parecia suspeitar o real motivo de tal "maravilha".

Os dormitórios estavam todos animados, com os alunos fazendo suas malas, e discutindo onde iriam passar as férias com seus amigos.
Discutindo excelentes viagens, super felizes que não teriam que acordar cedo para enfrentar aulas chatas e entediantes...

As garotas estavam um pouco tristes por não poderem mais ver os garotos da Night Class....mas não se importavam muito...
a felicidade dessas férias era muito maior..
Podiam arranjar outros garotos bonitos em algum pais aonde iriam viajar...

Os quartos estavam super animados com essas conversas...

Exceto um...

Num quarto dormitório masculino, tinham dois rapazes...nenhum dos dois pareciam querer fazer alguma mala...Um estava sentado na cama, e o outro olhando para a janela...

O que estava olhando para a janela se vira e fala com o outro.

- Quem é esse cara, afinal?

O que estava sentado levanta seu olhar. Eram idênticos.

- Rido Kuran. Ex-noivo de Shizuka - sama e que acabou com a vida dela...

O que estava em pé sorri. Pensa algo como “ela merecia”

-... Colocou na lista dos hunters o nome do amor dela. O mesmo que nossos pais mataram...

O que estava em pé não podia deixar de comentar...

-E depois aquela psicopata foi descontar com a nossa família... - disse, tocando no seu pesoço

O que estava sentado se levanta com raiva.

-Não a chame assim, Zero!

-o que foi Ichiru? Eu não tenho motivos para referi-la com respeito, seu traidorsinho...

-Voce não entende! Ela era a única pessoa que eu tinha no mundo!


Zero já não suportou mais essa. Atira rapidamente Ichiru na parede, segurando suas roupas com força e raiva, levantando-o contra a parede.

-POR UM ACASO VOCE É TANTO TRAIDOR QUE SE ESQUECEU DOS NOSSOS PAIS???SE ESQUECEU DO AMOR QUE ELES TINHA POR VOCE???DE COMO ELES TE CUIDARAM??LHE APOIARAM QUANDO ESTIVERA DOENTE???E EM TROCA VOCE OS TRAIU?????

Ichiru, para a surpresa de Zero, solta uma gargalhada. Uma gargalhada fria. Depois se controlou e olhou nos olhos de zero com um sorriso sarcástico.

- Não Zero...O mundo deles era você...sempre foi...- A respiração de Zero parava. Zero já não começou a fazer tanta força, já ia soltando-o...- Dava para sentir...Eles tinham um grande orgulho do filho prodígio Zero...Enquanto eu, fraco como era, fui totalmente dispensado do meu futuro como caçador...- Então Ichiru para, respira, e continua – E você sabe de quem foi a culpa...

Zero já não podia ficar naquela situação...solta Ichiru e se afasta...ele tocara no seu ponto fraco...Olha para o lado...

- você pode ter razão quanto a ter raiva de mim... mas nossos pais te amavam sim...

Vem um silêncio no quarto. Ichiru volta a sentar, Zero volta para a janela...Para quebrar o silencio, Zero recomeça...

- E o que precisamos para derrotar esse tal de Rido?

- Bom, agora que ele está em outro corpo, nada podemos fazer...Só poderíamos mata-lo em seu corpo original, que se encontra no quarto de Senri Shiki. Para que ele retorne a esse corpo, precisaríamos de sangue Kuran...mas ai seria somente o inicio...se ele voltar ao corpo original teremos muito trabalho para derrota-lo..mas eu já tenho algumas coisas em mente...um sacrifício..que pretendo realizar para vingar a morte de Shizuka-sama...


-Então meu papel é conseguir o sangue, não é? Arf...Ainda não sei porque concordei em fazer isso....

-Talvez você já saiba, meu irmãozinho...querendo ou não...aquela garota nunca vai sair da sua mente...


Enquanto isso, em outro local, perto do dormitório da noite, vinha uma garota de cabelos longos, correndo, e com lágrimas nos olhos...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Yuuki_Bliss
Vampiro Hunter
Vampiro Hunter
avatar

Feminino Número de Mensagens : 587
Idade : 32
Localização : Neverland
Data de inscrição : 29/12/2008

MensagemAssunto: Re: Yuuki and Zero Bloody World   Sab Jan 17, 2009 10:08 pm

hmmm o que virá aí agora?

hehe está giro o cap =D tensão entre irmãos...isso sempre me fez ficar sad, porque eles eram tão apegados em miúdos...

e não tem problema não teres lido a minha fic Bela, ela agora também está temporariamente parada...até fevereiro xD lês quando quiseres e puderes =)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://yuukibliss.blogspot.com
Bela
Level-E
Level-E
avatar

Número de Mensagens : 63
Data de inscrição : 19/12/2008

MensagemAssunto: Re: Yuuki and Zero Bloody World   Ter Mar 10, 2009 12:03 am

Foi mal a demora. Mas o capitulo esta grande para compensar!^^
hum..e antes de reclamarem dos posts seguidos, o forum nao aceitou enviar tudo em uma parte so. ficou muito grande.

Nos últimos capítulos...


“-Me... Desculpe... Esqueça Yuuki...”
...
“... O Zero... eu nunca pensei que... O que o Zero é para mim? ...
...
“-Não precisa se preocupar, ele nunca vai te trair"
...
"Quero...beber..."
...
“E eu, que pensei que todas as minhas preocupações se resumiam a um beijo."
...
"VOCÊ É IRMÃ DE KANAME KURAN?"
...
"Eu tentei te explicar.."
...
"Mas estou tranqüilo, sei que você não se atreveria a trai-la! Foi até boa a sua visitinha, assim conheceu aquele que deverá destruir"
...
Do I love...A Pure Blood?

"Cale a boca! Eu não a usaria só para conseguir o seu sangue..."
...
”O Zero... ele vai me odiar... ele me odeia...”
...
”Ele nunca irá traí-la.”
...
“Então meu papel é conseguir o sangue, não é?”
...
“Talvez você já saiba, meu irmãozinho...querendo ou não...aquela garota nunca vai sair da sua mente...”




Capítulo 10 – A Flauta






Na calada da noite, o campus do colégio Cross já estava praticamente vazio...muitos alunos já tinham saído para as inesperadas férias. Entre o alojamento da noite e do dia vinha uma garota de cabelos compridos andando, com o rosto meio amassado de tantas lágrimas que há pouco tempo foram derramadas. Agora estava mais tranqüila, e vinha caminhando, sem rumo. Refletia sobre seu estado atual e o que deveria fazer quanto a ele. A velocidade dos acontecimentos fora tão grande nos últimos dias que mal tivera tempo para pensar direito sobre eles. Mas agora poderia processar, enquanto andava vagarosamente.

Há mais ou menos duas semanas atrás, era uma garota super normal (a exceção de desconhecer seu passado), monitora do colégio, onde tinha várias amigas. Era uma das poucas a saber o segredo da Night Class, onde estudava o garoto que salvara sua vida aos 5 anos, pelo qual era apaixonada.Vivia com um órfão caçador em que, embora não de sangue, o considerava seu irmão.

Sua vida mudou completa e recentemente quando Shizuka, que deixou Zero órfão, reapareceu, trazendo consigo seu irmão gêmeo, e confundindo a cabeça de zero a ponto querer morrer se conseguisse mata-la. Conseguiu, e não morreu, porém lhe deixou confuso, e foi a partir daí que a história da garota começou a mudar.

Zero, seu irmão de criação, seu grande amigo, a beijou. Isso lhe deixou profundamente confusa, por nunca ter olhado daquela maneira o garoto. Para complicar ainda mais, fora buscar consolo com Kaname, o garoto que era apaixonada. Voltou a sua verdadeira forma, recuperou suas memórias, e descobriu que o garoto que tanto amava era o tempo todo seu próprio irmão! Que ironia... Parecia que os dois garotos da sua vida trocaram de “papel”.

Piorando a situação, Zero ficou decepcionado... Provavelmente a odiava agora... Era uma pena, mal tivera tempo de saber o que sentia em relação a ele (como irmão ou como amor), e já tinha seu ódio eterno. Sem contar que agora tinha um tio psicopata querendo matá-la...

Há pouco tempo, fugira do alojamento do seu onii-sama, este não a entendia, e embora o amasse do fundo do coração, não queria estar perto dele no momento, queria estar só. Estava refletindo esse tempo todo no campus do colégio, mas agora tinha que fazer alguma coisa, queria falar com ele... Pedir desculpas, poder voltar a ser ao menos sua amiga...

Estava tanto tempo perdida nos pensamentos que nem percebeu que o colégio estava tão vazio... Provavelmente seu pai tinha cancelado as aulas, visto a confusão no colégio... Uma lágrima lhe cai dos olhos ao lembrar do pai... Não só do pai, mas de toda vida que tinha antes, que embora tão recente, parecia-lha tão distante... Lembrou-se de sua amiga Yori-chan, será que ela a aceitaria por ser uma vampira? Deveria conta-la...somente assim poderia saber... Decidiu então caminhar em direção ao alojamento do sol, provavelmente ela ainda estaria lá esperando preocupada por Yuuki antes de sair para as férias.

Enquanto andava, ouvia um lindo som de flauta, muito fraco o som, provavelmente só estava ouvindo-o porque era vampira. Continuou a andar mesmo sem saber de onde vinha o som. Avistando de longe o alojamento, viu Yori-chan no portão. Caiu-lhe uma lágrima. Ela realmente esperou por yuuki para saber o que estava acontecendo. Tinha uma ótima amiga. Foi andando até chegar lá. Pensava em como falaria com a amiga, era melhor não mostrar que estivera chorando há pouco. Talvez o melhor a fazer seria falar com ela no seu jeito natural, alegre.

Quando finalmente chegou lá, pulou em cima da amiga dando um abraço animado, como antigamente sempre fazia...

- Yori-chan!!^^

-Oi...- Disse-lhe indiferentemente. Nem retribuiu ao abraço. Yuuki então notando esse comportamento estranho da amiga, se afastou um pouco.

-Yori-chan, você está bem? Está com raiva de mim?-hesitou um pouco. Antes de criar confusão era melhor dizer logo. Podia confiar nela.- Olhe, eu sei que você é uma grande amiga minha e devo lhe confiar quem eu sou, não contei antes porque eu mesma não sabia, é que...eu sou uma vampira...

-Hum... Eu já sabia... - Disse de novo indiferentemente. Yuuki olhou-a assustadoramente..

-mas... Como...?

-Você sabe... As notícias se espalham... - Disse no mesmo tom de voz. Yuuki não quis lhe perguntar mais, não tem como as “noticias terem se espalhado”, porque so quem sabia da verdade eram kaname e os amigos dele... e o zero...Mas mesmo assim decidiu não discutir com Yori, provavelmente a amiga nem sequer tinha acreditado quando falou que era uma vampira e provavelmente estava blefando...provavelmente estava agindo assim porque estava com raiva de Yuuki de ter sumido sem dar avisos por vários dias, mas não discutiu, tinha outras coisas mais urgentes a fazer...

-Yori, sei que esta com raiva de mim, me desculpe, mas você sabe onde está o zero?

-Sei... Siga-me...

Então a seguiu. Yori nem entrou no alojamento, nem foi em direção ao alojamento da turma da noite, nem foi em direção as salas de aula, nem ao prédio do diretor. Foi em uma nova direção. Yuuki, embora morando no colégio e sendo monitora nunca viu este caminho, começou a pensar que estava saindo dos limites do colégio. Yori andava serenamente em sua frente, ate que chegaram em frente a uma floresta. Yuuki ficou preocupada, era de noite, tinham vampiros por todos os lados, não era seguro para Yori-chan. Mas por mais estranho que pareça, a garota não recuou, e entrou na floresta. Yuuki não quis argumentar com ela, se era lá que o zero estava, tinha que ir, então entrou também. Alem do mais, não tinham muitos riscos, já que era uma sangue-puro e os vampiros obedeceriam a ela, só temia de encontrar seu tio...Mas continuou, e quanto mais andava, mais forte ficava o som da flauta...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bela
Level-E
Level-E
avatar

Número de Mensagens : 63
Data de inscrição : 19/12/2008

MensagemAssunto: Re: Yuuki and Zero Bloody World   Ter Mar 10, 2009 12:04 am

Estava muito escuro principalmente na floresta. Conseguia ver por ser vampira, mas Yori-chan deveria ter dificuldades! Porem caminhava tão bem como ela... A floresta era densa e um pouco difícil de passar, mas conseguiu avistar que estavam indo em direção a uma clareira...O som da flauta cada vez mais forte. Conseguia ver...na clareira...alguns túmulos..

- YORI, PARE!

-Que foi?

-Tem alguém ali. Alguém nos observando. Sinto. Ali, perto dos arbustos.

-Tem certeza?

-Vi uma coisa se mexer... Poderia jurar que vi...

Yori continuou como se não houvesse nada. Então Yuuki seguiu e finalmente chegaram na clareira. O que Yuuki pensava que eram túmulos, realmente eram túmulos. E não eram poucos. Era um verdadeiro cemitério. Tinham tantos túmulos que não dava para ver até aonde acabavam. Não sabia que tinha um cemitério no colégio Cross, se é que ainda estavam no colégio. Então começaram a andar por entre os túmulos. Estranhamente, o clima pesado do ambiente combinava com o doce som da flauta que se ouvia. Havia árvore entre algumas tumbas, e ao jugar pela aparência e abandono do cemitério, notava-se que era um bem antigo. Mas Yuuki teve a impressão de que já foi um cemitério bastante bonito e bem cuidado no passado.

Então teve a curiosidade de ver o nome das pessoas falecidas. Porem quando se aproximou de um tumulo, viu que não tinha nenhum nome escrito! Porque não tinha nome naquele túmulo? Então foi ver outro, mas também não tinha absolutamente nada!Alias, nenhum túmulo tinha nome, e isso era bastante estranho...Mas saber do porque zero estaria num lugar desses era mais importante do que saber do porque da ausência dos nomes, então continuou...

Depois de passarem por varias e varias lápides anônimas, elas chegaram à parte central. Provavelmente era das pessoas mais ricas porque o local era mais sofisticado, existiam 16 lápides feitas de ouro, no mais artístico possível a arquitetura das tumbas. Essa parte central estava separada por um cercado todo requintado das outras tumbas, onde se dizia em cima:

VIDA LONGA AOS REIS E RAINHAS KURAN



Yuuki petrificou depois dessas. Quer dizer que seus antepassados estavam enterrados ali? Entrou dentro do cercado. E dessa vez todos os túmulos tinham nomes, todos terminados em Kuran. Então se lembrou de quando seu onii-sama lhe disse, quando ainda não tinha perdido a memória, que existiram exatamente 16 reis Kuran, desde o primeiro ancestral Kuran, até seu avô, o último rei. Embora desde que a sociedade vampirica existe eram governados pelos Kurans, a existência de somente 16 era pelo fato de que, sendo sangue puros, viveram muito mais. Seus pais foram os primeiros Kurans não-reis, provavelmente não estariam ali...Mas o mais estranho era que vampiros, quando morrem , não sobram os corpos. Então porque havia um cemitério para eles?

Deixando um pouco mais a parte central, correu para alcançar Yori, que continuou a andar sem perceber que Yuuki tinha ficado para trás. Andaram até que, logo após o cemitério, avistaram um chalé acabado pelos anos e abandono. A sebe crescera livremente pela casa, o capim chegava à altura, a maior parte do chalé permanecia de pé, embora inteiramente coberta de hera escura, e o lado direito do andar superior explodira.

-O zero está aqu...?

Então se calou. Um vulto muito agasalhado capengava pelo cemitério em sua direção, era difícil ver por causa da escuridão da noite. Yuuki achou, embora fosse difícil julgar, que o vulto era uma mulher. Ela se movia com lentidão, provavelmente receosa de escorregar. Suas costas curvadas, sua corpulência, seu andar arrastado, tudo indicava uma idade muito avançada. Elas observaram sua aproximação em silencio. Por fim, parou a uns poucos metros das duas e, simplesmente, ficou ali as encarando.

Yuuki não sabia o que dizer, nem imaginava razoes para uma mulher estar andando por um cemitério abandonado. Olhou para Yori para buscar algum conselho, mas a garota parecia extremamente tranqüila. Por fim, a mulher ergueu a mão enluvada e fez sinal para que se aproximassem.

- Quem é a senhora? Sabe onde está o Zero?

O vulto agasalhado assentiu e fez um sinal para que a seguissem. Então andou em direção as garotas, passou por elas e andou na direção do chalé. Ela se atrapalhou um instante com a chave à porta, abriu-a e se afastou para deixá-las entrar.

A mulher cheirava mal, ou talvez fosse a casa, Yuuki torceu o nariz ao passar por ela. A mulher fechou a porta, então se virou e espiou o rosto de Yuuki. Seus olhos tinham cataratas e pregas fundas de pele transparente, e todo o seu rosto era riscado de pequenas veias rompidas e manchas marrons.

-yori, não me sinto muito segura. –Sussurrou

A mulher andava vacilante pela sala, ascendendo velas, mas o lugar continuava muito escuro, para não falar de sua extrema sujeira. Um lindo e assustador som pairava pelo local, o som de uma flauta, cada vez mais intenso, desta vez ele estava muito próximo, provavelmente vinha do andar de cima.

-Senhora..? – sua voz tremeu um pouco – que flauta é essa?

A mulher olhou para ela como se não tivesse entendido a pergunta. Yuuki decidiu perguntar coisas mais importantes.

-O Zero... - insistiu em um tom mais lento e alto do que o normal – A senhora sabe quem é? Onde ele está? Porque a senhora nos pediu para acompanha-la? A senhora queria nos dizer alguma coisa?

A mulher se adiantou para a garota, com um pequeno movimento de cabeça, olhou para yuuki, para si mesma e para o teto.

-Ah... Yori, acho que ela quer que subamos com ela.

A mulher fez um sinal negativo

-Eu acho que ela quer que você vá sozinha.

Então fez um sinal positivo.

-Bem, então ok, vá na frente, - disse yuuki a mulher

Ela pareceu entender, porque passou por ela e se encaminhou para a escada. Os degraus eram altos e estreitos. Devagar, arquejando um pouco, ela subiu ao primeiro andar, virou à direita e levou-a para um quarto de teto baixo. O som da flauta já estava ficando insuportável de tão alto.

Estava muito escuro e fedia horrivelmente, Yuuki levou um tempo para seus olhos de vampiro se “acionassem” para poder enxergar. Levou um susto: A mulher se aproximara naqueles segundos de escuridão, e a garota nem a ouvira.

-Você é a princesa Kuran? - sussurrou ela.

-sim, sou. – Ela assentiu lenta e solenemente. Yuuki estava surpresa, como ela sabia? Foi uma sensação desagradável e enervante.

- A senhora tem alguma coisa para mim?

Então ela fechou os olhos e abriu.

-A senhora tem alguma coisa para mim? – perguntou, pela segunda vez, mais alto.

-Aqui – sussurrou ela, apontando para um canto. Yuuki viu os contornos de uma penteadeira muito cheia sob uma janela com cortinas. Desta vez a mulher não foi à frente. Yuuki passou entre ela e a cama desfeita.

- Que é? – Indagou ao chegar a penteadeira em que havia uma pilha de alguma coisa que, pelo cheiro e aspecto., parecia roupa de cama suja.

-Ali – disse ela apontando para a massa informe.

E, no instante que ela virou a cabeça e varreu com o olhar o amontoado confuso à procura de alguma coisa familiar, a mulher fez um movimento estranho: Yuuki percebeu pelo canto do olho; O pânico fez com que se voltasse e o horror a paralisou ao ver o corpo velho se despojar e no lugar de uma senhora um monstro de olhos vermelhos, garras e dentes afiados em total ausência de qualquer fragmento de consciência. O som da flauta estava vindo de um local muito próximo, talvez quem a estivesse tocando tivesse ali, em algum local do quarto. Mal tivera tempo de pensar e a Level E a atacou, derrubando-a.

-Pare! – Gritou Yuuki em meio ao desespero. Mas a criatura não parou, investindo de novo contra a garota, que desta vez foi mais ágil e se esquivou. Mas era muito estranho, um level e obrigatoriamente deveria seguir as ordens de um sangue puro... A criatura arranhou-a com suas enormes garras, saindo um pouco de sangue. Yuuki se sentia frágil, sendo atacada por um vampiro de level inferior, e esta sendo sangue puro. Era terrível não ter desenvolvido seus poderes a ponto de não poder se defender.

Correu o mais rapidamente à janela, com o monstro a perseguindo. Afastou as cortinas. Pânico. Da janela, de onde se podia ver o cemitério, vinham varias criaturas de olhos vermelhos, provavelmente atraídas pelo sangue. A criatura atrás dela ia destruindo tudo a sua volta, Yuuki rolou para o lado, evitando, por um triz, seus braços, que golpeavam a penteadeira onde ela estivera um segundo antes. Cacos de vidro choveram sobre ela quando bateu no chão.Então, por reflexo, pegou um caco atiro-o no coração da criatura, que logo virou pó.

Não tinha muito tempo, desceria as escadas e salvaria Yori dos levels Es que estavam chegando. Mas mal alcançou a porta e um deles apareceu na sua frente. Correu na direção oposta, e vira o terror; Tinham vários subindo pela janela e cercando-a. Um ar gelado enchia o quarto. Um deles atacou. Yuuki atirou-se para o lado com um grito. Tentava se defender, mas eram muitos! Já estava quase sem forças. Uma lagrima caiu-lhe dos olhos. Era uma inútil. Se Kaname estivesse ali destruiria todos em segundos. Se sentia arrependida de ter saído de seu quarto... Se pelo menos o Zero realmente estivesse ali, a salvaria com sempre fazia.

-Zero...

De repente um braço vindo de trás a segurou pelo pescoço, e outro pela barriga. Estava presa! Tinha um deles atrás dela segurando-a! Então, de um canto escuro do quarto, ela percebeu um vulto que provavelmente estivera lá o tempo todo e nem notara. Este vulto estava segurando um objeto... Podia-se ler, com alguma dificuldade, “Hiou”, o vulto se aproximou e deu para distinguir que o objeto era uma flauta! Se aproximando mais, notava-se que o vulto era alguém muito familiar... Um garoto alto, de cabelos cinza e aparência bela...

-Ze... Zero?

Sua voz saiu quase como um sussurro de tão fraca que estava. Então a criatura que estava segurando-a por trás lambeu lentamente seu pescoço... Deu um sorrisinho...e sussurrou no seu ouvido...

-Não... Eu estou aqui...

E a mordeu.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Yuuki and Zero Bloody World   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Yuuki and Zero Bloody World
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» [Loja] Toys Collection World
» World of Illusions
» [Imagens] Armadura Fake de Sagitário.
» Tamashii Nation 2011 JP (25 ~ 27 de novembro).
» SBK Superbike World Championship

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Forum Vampire Knight :: Outros Assuntos :: Fanfics-
Ir para: